Paper: Foto Jornalismo

Os caminhos da fotografia são muitos e sua historia marcada por inúmeras bifurcações. Por ser imagem realista anteriormente jamais conseguida, a imagem fotográfica angariou para si um estatuto de persuasão indiscutível até bem avançado o século XX.

Uma forma de diferenciar o fotojornalismo de outros tipos de fotografia é lembrar que ele deve ser objetivo, o acontecimento registrado deve ser uma representação exata do evento que descreve. Levando em consideração que a foto deve narrar um fato(ser uma narrativa completa) e estar combinada outros elementos para informar e atingir quem a vê( e quem e lê portanto). Por fim, e antes de tudo isso, é necessária a “oportunidade”, o fotojornalismo deixa transparecer isso: estar no lugar certo no momento certo. Dessa forma a acaba e deve ter um significado em seu contexto e tempo de onde foi sacada.

Não podendo esquecer de citar o profissional de fotojornalismo que se dedica a essa profissão cheia de coragem, da adrenalina, de conseguir compor na foto toda a tensão, o estress, toda a emoção do momento. Num único clique resumir toda balburdia que acontece ali. Uma profissão que tem seus riscos, até mortais, como aconteceu com Nagai. E não precisamos usar do exemplo daqueles que caíram durante seu trabalho, no meio de um campo de batalha, num país oriente. Temos as nossas batalhas diárias no nosso próprio quintal. Lembro daqueles que sobem nos morros cariocas junto com a policia, parlamentados de suas maquinas fotográficas, filtros, lentes e agora, como parte do seu vestimenta profissional, o colete a prova de bala.

O fotojornalismo teve como presença marcante em nosso pais, podemos ver isso na matéria divulgada em junho de 2006 pelo jornal ANJ.

O fotojornalismo como elemento essencial da historia do Brasil “nas revistas dos anos 50, como o cruzeiro e Manchete, a fotografia ganhou forças dramáticas, compondo as grandes fotorreportagens que marcaram época e fizeram mitos na imprensa. No jornalismo de hoje, a fotografia busca o flagrante que sintetize a noticia, o fato histórico, o personagem. São fotos que perseguem também a expressão artística, como a que ocupa a capa do livro, de autoria de Evandro Teixeira, e que mostra a silhueta de soldados debaixo da chuva nos momentos do golpe de 64. uma imagem que prenunciava os anos negros que viriam pela frente. Tem sido freqüente, ultimamente, o lançamento de livros de fotografia e caráter histórico, como o os que mostram a obra de Marc Ferrez _que tão bem documentou o Rio de Janeiro do século XIX_ ou de Pierre Verger, cuja lente captou a força da presença dos negros na Bahia. São também comuns livros com a produção de profissionais contemporâneos, valorizando seu olhar da realidade brasileira. Mas um livro explorando o papel  do jornalismo fotográfico na historia do Brasil é novidade muito bem vinda. Como diz o fotografo Evandro Teixeira na introdução: O fotojornalismo registra e eterniza a vida, na plena construção da memória, desde os grandes acontecimentos a vida cotidiana”.

(Jornal ANJ- Junho de 2006)

Com isso, a inclusão do signo fotográfico e a presença da imagem no mundo parecem ser necessidades bem mais evidentes nas investidas do artista moderno em direção a fotografia. Então essa se torna pensamento a respeito das inquietudes da era pós-industrial, cenário em que estamos a todo o momento sendo postos a prova na convivência obrigatória com os estímulos visuais que dão lugar a verdadeiros redemoinhos imagéticos.

O fotojornalismo não é apenas a ilustração do jornal impresso. Ele é realizado com a intenção de emitir informações, assim com os textos do impresso, do rádio, da internet e as imagens e o áudio da televisão. A linguagem não verbal, sozinha ou interagindo com a verbal, deve ser trabalhada pelos comunicadores de forma seria, isto é, pede constantes estudos, criatividade e a dedicação de fotógrafos e editores.
Veja mais:
<a href=”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: