DITADURA MILITAR E SUA HISTÓRIA

o-inicio

O período de ditadura no Brasil é definido como sendo um de governo dos Militares na política. Esta época começou em 1964 a 1985, quando é derrubado por grande mobilização do povo.

Durante toda esta época, o regime se fez caracterizar por falta de democracia, supressão de direitos constitucionais, censura além da repressão política que foi fortíssima durante a época com exílio de vários políticos, como o próprio construtor de Brasília e tão querido pelo povo Juscelino Kubitschek.

Assim que Juscelino Kubitschek deixou a presidência do Brasil, Jânio Quadros assumiu, ficando pouco tempo à frente do poder e renunciando tempo depois, em 1961.

Em seu posto assume o então vice-presidente João Goulart. Jango, como também era conhecido, herda vários problemas e assume sob uma crise o governo. Era um passo para o militares chagarem ao poder.

Na época houve um acordo para que Quadros pudesse chegar ao poder. Passa-se então a ser adotado o parlamentarismo.

Contudo, o atual presidente não satisfeito, pois não tinha plenos poderes, abre plebiscito para a escolha ou do parlamentarismo ou presidencialismo.

Vence o presidencialismo, com ampla vantagem, 8 milhões de votos a mas que parlamentarismo.

  Passeata dos 100 mil. Sem fonte no site

Passeata dos 100 mil. Sem fonte no site

Passeata dos 100 mil. Sem fonte no site

O primeiro ato, 21 anos antes de derrubar o sistema que iria assumir o Brasil no lugar de Jango, o povo em busca de seus direitos realizam uma grande passeata: “passeata com Deus pela liberdade”.

Era a gota d’água para o exército, que com o apoio militar, pudesse fazer uma transformação na democracia de nosso país, conseqüentemente assumisse o poder derrubando as novas reformas de Jango, não só elas como ele do poder.

o-golpe

unir.org.br

Militares nas ruas. Fonte: unir.org.br

 Os militares assumem o poder em 31 de março de 1964. Toda esta introdução que antecedeu o inicio do militarismo no Brasil, serviu apenas para ilustrar que eles já estavam a um passo do golpe há muitos anos, ou seja, esperando que algo pudesse acontecer para que eles colocassem sua rigidez, que deveria apenas ficar num quartel em prática sob o povo.  A ditadura teve inicio no país antes que o sistema pudesse ser autoritariamente implantado ao povo brasileiro.

O Vídeo retrada e trás um pouco da tragetória deste período que durou 21 anos e começou pelo general Castello Branco.

castello-branco

www.algosobre.com.br

Marechal Castello Branco. Fonte: http://www.algosobre.com.br

Deu-se então o ponta pé inicial desta época, começando com o AI 1 – Ato inconstitucional -, no dia 9 de abril de 1964. O ato cassa mandato de políticos opositores aos sistema, funcionários públicos não tem mais estabilidade em seus empregos. Onze dias mais tarde o marechal Humberto Castello Branco, foi eleito pelo congresso nacional presidente em 15 de Abril de 1964.

Foi durante o ato de número 1, e pouco tempo depois dos militares assumirem o poder, que uma das figuras políticas mais carismáticas do Brasil e criador de Brasília, teve seus direitos políticos cassados e conseqüentemente condenado ao exílio daquele mesmo ano, 1964.

Depois de fazer seu último discurso no Senado, a 3 de junho de 1964, JK seguiu de carro para Belo Horizonte e de lá para o Rio de Janeiro, numa viagem cheia de peripécias determinadas por um clima de constante apreensão.

Após a renúncia, seu amigo pessoal Affonso Heliodoro Santos que sempre esteve ao seu lado, sendo até mesmo chefe de gabinete durante o governo de Minas Gerais, estava junto ao ex-presidente assim que ele saiu do congresso nacional, lembrando muito bem que foi realmente um duro golpe e que o militares fizeram isso com medo de JK, figura emblemática e querida por todos, pudesse voltar ao poder.

 Clique aqui e confira noutra sessão deste blog entrevista e painel dos exilados durante a ditadra militar

Castello Branco ainda dissolveu partidos, criando apenas o bipartidarismo, ou seja, apenas dois, MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e ARENA (Aliança Renovadora Nacional).

costa-e-silva

 

Costa E Silva

Costa E Silva: Fonte: Costa E Silva

 O general Arthur da Costa E Silva é eleito indiretamente pelo congresso nacional, no ano de 1967.

Em apenas três anos o povo estava ficando cansados de terem de se omitir ao um regime que acabava com o direito de liberdade de expressão do povo. Era o inicio adormecido de um povo que mais tarde iriam acabar com o militarismo através de um movimento popular muito intenso no Brasil. Contudo, isso aconteceria apenas 17 anos mais tarde, porquanto, naquela época, justamente para evitar este “popularismo dos direitos do povo”, um novo ato é instaurado. Desta vez, mais rigoroso o militares instauram o AI 5 (Ato Institucional 5).

 Este, por sua vez, foi aquele conhecido como exílio de pessoas famosas e intelectuais como cantores. Luiz Antonio da Gama E Silva, então Ministro de Justiça do Governo atual, foi à televisão para acabar com boatos e qualquer tipo de rumores que ecoavam por todo Brasil como forma de protesto do Regime Militar.

Carlos Lacerda, Caetano Veloso, Gilberto Gil dentre outros estiveram na lista dos que foram submetidos a ficarem por determinado tempo fora do Brasil. Este ato não parava por aí. Também aposentou juízes, acabou com as garantias de habeas-corpus, aumentando também a repressão militar e policial da época, que já era super intensificada.

Silva, no entanto, adoece. Uma junta militar é formada para entrar em seu lugar e dar seguimento ao projeto dos militares. Não ficando muito tempo à frente do poder, essa junta é substituída por mais um governante da considera época obscura por muitos brasileiros.

Confira um video abaixo sobre o governo de Jando a Costa E Silva

emilio-medici

www.overmundo.com.br

Emilio Médici. Fonte: http://www.overmundo.com.br

Enquanto milhões de brasileiros ecoavam o grito: “70 milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção!”, durante a copa do Mundo de futebol de 1970, o general que acabara de assumir a cadeira máxima do executivo, general Emílio Garrastazu Médici, aplacava qualquer movimento sendo considerado o governo mais duro e repressivo durante estes 21 anos do sistema.

Enquanto o povo do Brasil ficava entretido com o jogos, o governo estourava várias operações afim de coibir movimentos, até mesmo os estudantis, aproveitando assim dos momentos de distração para seguir seu rumo e manter todos sob seus olhos implacáveis.

 Todo e qualquer movimento contrário aos ideais dos militares eram facilmente dissipados ao serem descobertos, notando que exatamente enquanto haviam movimentos populares eles aproveitavam para praticar tal feito. Eram presos e não contentes com isso, militares aproveitavam para torturar as pessoas, muitos até a morte. 

Construção Ponte Rio-Niteroi Durante o " Milagre Econômico"Todavia, foi nesta época que o Brasil viveu um momento chamado de “Milagre Econômico”.  Os capitais estrangeiros voltavam para o Brasil, após anos temendo a instabilidade política do país. Isso fez com que o Brasil desse um salto muito grande especificamente na área tecnológica. Quem esteve à frente deste pacote “milagroso” era Antonio Delfim Neto , então Ministro da Fazenda que adivinha desde o governo passado, Costa E Silva.

ernesto

Pessoal

Ernesto Geisel. Fonte: Pessoal

Outro general assume, Ernesto Geisel, começando então um processo gradual, porém um pouco lento, rumo a democracia brasileira.

Observa-se, todavia, que o general não terá um governo fácil, pois o mercado externo, justamente por ter entrado com força no Brasil, começa a viver um crise mundial, afetando assim o país que há poucos anos vivia um milagre econômico. O petróleo vive uma crise mundial, o Brasil começa a perder um pouco daquela firmeza ditatorial.

Tudo isso influi para que Geisel comece abrir um pouco o cenário político nacional. Uma abertura é anunciada, porém ainda sob forte vigília dos militares e partidos de esquerda começam ganhar espaço. Aqueles que eram mais linhas duras chegaram a rebater duramente essas medidas feitas por Ernesto, fazendo vários ataques por clandestinos, especialmente para os partidos que tentavam ressurgir juntamente com a democracia brasileira.

Herzog morto durante o periodo de Chumbo

Herzog morto durante o período de Chumbo

 Pouco tempo mais tarde, o chefe do executivo nacional anuncia o fim da AI 5, o que daria direito ao Habeas-Corpus, começando assim, à distância, vendo o sol voltar a brilhar sob a democracia brasileira.

Foi nesta época que houve a polemica morte do jornalista Vladimir Herzog e do operário Manoel Filho.

joao-figueiredo

Pessoal

João Figueiredo. Fonte: Pessoal

Um ano após o fim deste ATO, o quinto e ultimo general assume a presidência do Brasil, sendo ele que iria derrubar de vez o que já perdurava por quase 20 anos, ofuscando a coisa mais bela de um país, sua liberdade e direito de expressão. Quem toma posse é O general João Baptista Figueiredo.

Este governo se caracterizou da abertura de vez do retorno da democracia no Brasil, decretando desta forma o que nunca deveria ter sido tirado das pessoas, seu direito ao voto e de escolher quem deve de fato exercer mandatos nos poderes brasileiros.

A lei de anistia é concedida, podendo retornar à sua pátria sagrada, pessoas que durante a linha dura dos militares foram condenados a saírem duramente de seu país.

O pluripartidarismo está de volta, com vários partidos podendo participar das discussões políticas do Brasil. É aí que surge o partido que hoje é representado por aquele que governa nosso país, PT (Partido dos Trabalhadores).

Contudo, quem achava que iria ser moleza ter a redemocratização num país que por muitos anos permanecia na obscuridão democrática, estava enganado. Os generais linhas duras, que não queriam de forma alguma ter o povo mostrando e registrando suas opiniões, continuavam com ataques por vários lugares, ataques estes ocultos a shows, em órgãos de impressa dentre outros.

Mas já era tarde, a essa altura o sol começava brilhar como se estivesse no centro do céu em pleno meio dia para democracia brasileira, culminando num movimento que jamais será esquecido por aqueles que pintaram suas caras, foram às ruas e pediram seus direitos de volta, o de ir e vir, movimento DIRETAS JÁ!

3 Respostas

  1. obrigado!o seu texto ficou muito bom, eu tinha uma pesquisa sobre isso e eu copiei e deu tudo certo e , como e para apresentar,vai ficar bem mais facil porque essa explicaçao e bem simples pra mim

    grata,Isabella

  2. muito bom este articulo .fiquei satisfeita e sobretudo infornada ,apesar de ter 39 anos ,tinha esqueçido como foi duro esses tempos de ditadura no brasil.

  3. valeu mesmo eu precisava disso sou nerd mais tbm nn tenho bola de cristal valeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: